A Beleza das Suculentas

Postado em dez 09, 2019

A BELEZA DAS SUCULENTAS

Todo cacto é uma suculenta, mas nem toda suculenta é um cacto. Se você ama plantas, mas sempre falha na missão de mantê-las verdinhas e bonitas, a suculenta pode ser a solução!

Existem mais de 22 mil espécies de suculentas catalogadas por todo o mundo, e sua principal característica é ser uma planta com raiz, talo ou folhas que engrossam permitindo o armazenamento de água em quantidades maiores do que o normal. Essa capacidade de retenção de água, faz com que sejam plantas com pouca necessidade de manutenção.

Apesar do seu aspecto frágil, as suculentas são plantas bastante resistentes e de fácil reprodução. Aceitam ser cultivadas de diferentes formas e em diversos tipos de recipiente, e podem ser plantadas sozinhas ou com outras espécies.

Elas gostam de espaços com bastante luminosidade, e como crescem rapidamente, é sempre bom estar atento para a necessidade de retirar algumas folhas. Caso seja cultivada em um local sem luz, ela irá em busca de luz e crescerá verticalmente. Esse é um indicativo de que é melhor trocar sua suculenta de lugar. Outro sinal de que a suculenta não vai bem, é a perda de um pouco da sua cor. Nesse caso, também é indicado que a coloque em um local com mais luminosidade. Portanto, esteja sempre atento ao formato da sua planta. Suculentas que se tornam compridas e com folhas separadas, estão sofrendo com falta de luz solar. A planta saudável tem um aspecto compacto.

Para que sua suculenta cresça bonita e saudável é importante ter alguns cuidados. Na hora do plantio a terra deve ser preparada de forma a mistura substrato e areia na mesma proporção. Essa mistura de areia irá ajudar a manter a terra mais solta e seca.

As regas também são importantes uma vez que, assim como os cactos, as suculentas não necessitam de muita água para sobreviver. Por acumularem muita água em seu interior, as regas diárias não são necessárias. Embora a quantidade de água varie muito de acordo com cada espécie, a grande maioria das suculentas precisa ser regada com pouca frequência. Em geral, durante o inverno recomenda-se regar uma vez a cada quinze dias, enquanto no verão as regas podem ocorrer semanalmente. Mas o mais importante é não focar em um número específico de regas, mas sim na aparência da planta e da terra, que deve ser mantida úmida, porém nunca encharcada.

Uma boa forma de verificar a umidade da terra, é esperta um palito. Se o palito sair sujo, ainda não é hora de regar novamente, se o palito sair seco, é o momento de regar. Lembrando que a quantidade de água utilizada na rega deve ser bem dosada, levando em consideração o tamanho da sua suculenta.

Evite também pedriscos brancos, pequenos, normalmente utilizados para decorar os vasos. Eles nada mais são do que mármore picado, que quando molhados liberam um pó que faz muito mal para as plantas. De preferência para coberturas naturais como cascas de pinus e palha de arroz.

A reprodução da suculentas ocorre de maneira bastante fácil e simples. Basta destacar e pousar suas folhas sobre a terra sem enterrá-las. Com o tempo, as folhas começam a se reproduzir, em um processo demorado e bonito. Devido à sua facilidade de reprodução e manutenção, as suculentas são muito procuradas, até como uma forma fácil de ganhar dinheiro através da comercialização de suas mudas.